Reprovado pela ciência

Muito mal na fita. Aliás, cada vez pior na mídia internacional. Após diversas manchetes negativas em alguns dos principais veículos de imprensa em todo o mundo, o presidente Jair Bolsonaro é destaque, agora, em longa matéria na revista NATURE, uma das publicações científicas mais prestigiadas do cenário mundial. Com a manchete de que o gestor provocou “uma crise épica de saúde pública” no país, denunciam sua “postura anticientífica” com ausência de diálogos com pesquisadores em geral na “fase mais negra” da pandemia do coronavírus no país. Verdadeiro colapso do sistema de saúde pública e das atitudes negacionistas do presidente. A reportagem relaciona Bolsonaro com o elevado índice de mortalidade local, pois sempre minimizou a pandemia, chamando-a de gripezinha, e afirmando que vacinas seriam perigosas. Em resumo, “uma figura polarizadora que vem contradizendo a opinião científica desde o início da pandemia”, cortando fundos para as universidades públicas e os ministérios da Ciência e Educação.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: