O ministro da Defesa quer explicar à CPI da Covid os milhares de militares do governo Bolsonaro

Agora, o ministro da defesa anunciou que vai explicar à CPI da Covid os milhares de militares que ingressaram no governo Bolsonaro. Da ativa e da reserva são quase 7 mil empregos. A grande maioria é do Exército envolvendo capitão, major e coronel tanto da ativa quanto da reserva, principalmente nos Ministérios da Saúde, Educação e Meio Ambiente. A Marinha tem o Ministério de Minas e Energia, e a Aeronáutica de Ciência e Tecnologia. Nas estatais o Exército domina, como exemplo vem o presidente da Petrobras. O Palácio do Planalto até porteiro é cabo ou soldado do exército. O relator da CPI, o senador Renan Calheiros, está aberto para ouvir as explicações do ministro da Defesa.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: