A Sputnik V deu chabu

Não subiu, e parece que saiu de vez da plataforma de lançamento no Brasil. A farmacêutica brasileira União Química desistiu do processo de desenvolvimento clínico da vacina contra Covid-19, Sputnik V no Brasil. A ANVISA, o nosso órgão de vigilância mais criterioso (e lento) do mundo já foi avisado oficialmente da desistência. A pendenga entre o laboratório e a Agência de Vigilância Sanitária vem desde dezembro de 2020 quando começou a tramitar o pedido de anuência de estudos da vacina russa. Dezenas de milhões de imunizantes disponíveis há muito tempo para governos estaduais não virão. As vacinas Sputniks serão disparadas para alguns dos 67 países que já utilizam o imunizante russo na proteção de suas populações contra a covid… e com sucesso.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: