Completamente fora de foco

E o CFM apareceu! Nas redes sociais, o dirigente do Conselho Federal de Medicina reclama providências do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para atenuar o “ambiente tóxico que se estabeleceu na CPI da Pandemia”. Reclama da virulência de senadores participantes da Comissão em cima dos depoentes médicos – a exemplo da Dra. Nise Yamaguchi. Na gravação do vídeo, quem esperava que o revoltado dirigente falasse algo sobre a inércia do órgão com relação à proibição técnica para que médicos não receitassem hidroxicloroquina e outras beberagens ineficazes contra a COVID-19, frustrou-se completamente. Aliás, os reclamos do CFM nas redes sociais terão o mesmo proveito – inutilidade – que os remédios de tratamentos precoces que eles se furtam a condenar oficialmente para a classe médica brasileira.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: