Um general destemido e indomável

Em 2018, o recém-eleito presidente Jair Bolsonaro era todo elogios ao seu novo colaborador convidado para tomar posse na Secretaria de Governo da Presidência – o general Carlos Alberto Santos Cruz. Para a imprensa, Bolsonaro assegurava que o militar se sairia muito bem na tarefa da articulação política, auxiliando o ministro-chefe Onyx Lorenzoni, e elogiava a trajetória de vida do general de divisão, da reserva do Exército, “É uma pessoa que vocês vão se surpreender no trato com parlamentares da parte dele”. E brincava com a retidão de caráter e seriedade do novo auxiliar baseado na fisionomia meio carrancuda do general – tipo linha-dura “Qualquer coisa, eu chamo o Santos Cruz”. FECHA O PANO!

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: