Um crime ainda carente de justiça

O assassinato de tio e sobrinho, – Bruno e Ian – que foram detidos roubando peças de carne no supermercado Atakarejo da Bahia, e entregues por funcionários a quadrilhas de traficantes vizinhos à loja em bairro de Salvador, está encerrado pela polícia baiana. Agora, o escabroso caso está nas mãos do Ministério Público da Bahia. Treze acusados foram denunciados pelos crimes de homicídio, cárcere privado, constrangimento ilegal, extorsão e ocultação de cadáver, estando em andamento pedidos de prisão preventiva de todos os acusados. O crime baiano é muito mais grave do que o ocorrido anteriormente no Carrefour do RS, porque as vítimas foram sumariamente julgadas, condenadas e executadas em parceria criminosa entre funcionários da segurança do Grupo Atakarejo e o tráfico de drogas do bairro onde se localiza o supermercado. E sobre a família das vítimas?

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: