Um diplomata que fez história no Itamaraty

Ele poderia ter realizado o sonho de quem faz carreira diplomática no Brasil: fazer um circuito de Elizabeth Arden, ou seja, servir Washington, Londres e Paris. Paulo Tarso Flecha de Lima, que morreu na última segunda-feira no Sírio-Libanês em São Paulo, foi embaixador do Brasil em Washington, Londres e Roma. Como secretário-geral teve seus dias de glória nos governos de José Sarney e Fernando Henrique Cardoso, embora tenha sido nomeado pelo amigo Tancredo Neves, que morreu antes de tomar posse. Um acidente doméstico em Londres o imobilizou deixando-o em cadeira de rodas, até o último dia, que foi na última segunda-feira.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: