Covid, que Covid?

Não se sabe bem em qual compêndio médico – ou aferições laboratoriais – baseia-se a decisão do prefeito de Salvador, Bruno Reis, permitindo eventos na capital baiana com a presença de 200 pessoas, a partir desta semana. Segundo o alcaide, tão festeiro quanto o antecessor e padrinho político ACM Neto, aglomeração e Covid não têm mais relação de causa e efeito nesse momento em terras soteropolitanas: “está tudo sob controle…”. Bruno Reis, mesmo com a preocupação das autoridades médicas do estado na realização de festas, continua desejoso de agendar eventos-teste com 500 pessoas, festas de réveillon e carnaval baiano. Desapega, moço!

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: