Mesmo doente, Bolsonaro provoca tiroteio

Ao deixar o hospital das Forças Armadas e ser conduzido para São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro postou: “Mais um desafio, consequência da tentativa de assassinato promovida por antigo filiado ao PSOL, braço esquerdo do PT, para impedir a vitória de milhões de brasileiros que queriam mudanças para o Brasil. Um atentado cruel não só contra mim, mas contra a nossa democracia”. Imediatamente, o senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, respondeu: “É extremamente lamentável que, até diante de um problema de saúde pessoal, Bolsonaro consiga ser tão pequeno. Foi desumano diante da doença de Dilma e Lula, é desprezível quando trata politicamente a própria e a usa para atacar o PT”. Como se vê, mesmo enfermo, Bolsonaro vive atirando.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: