Dia da Infâmia 

Um circo de horrores protagonizado por um presidente em desespero, às raias da loucura, tamanho seu medo de Luís Inácio Lula da Silva. Bolsonaro apresentou mais do mesmo em seu encontro com constrangidos embaixadores convocados ao Alvorada para servir de claque aos seus delírios conspiratórios: mentiu desavergonhadamente, mostrou sua personalidade narcísica na quintessência e agrediu violentamente aqueles que lhe impõem freios. Não impressionou ninguém, só nos humilhou no concerto das Nações. Certamente os diplomatas enviarão às suas chancelarias informe atestando que viram um homem derrotado, culpando as urnas e acenando para um golpe. Como é habitual, difamou a Suprema Corte e o TSE. E virou sua metralhadora giratória para os alvos de sempre: os ministros Fachin, Alexandre de Moraes e Barroso. Parece que o capitão, definitivamente, não está em pleno gozo de suas faculdades mentais. Não tem Centrão que dê jeito nisso. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: