Futebol longe de Bolsonaro

De nada adiantaram as investidas do Palácio do Planalto para que a CBF fizesse gestão a fim de promover a reeleição de Jair Bolsonaro. Os dirigentes esportivos querem manter a seleção brasileira longe do presidente da República, até porque o técnico Tite já declarou que vota em Lula. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: