Aras volta a ser criticado em Brasília

A decisão da subprocuradora Lindôra Araújo em rejeitar o relatório da CPI da Covid provocou reação imediata. Senadores ingressaram no STF com uma ação alegando que o procurador-geral da República, o advogado baiano Augusto Aras, mais uma vez, prejudica o país em razão da sua união com o presidente Jair Bolsonaro. Foi designado relator o ministro Dias Toffoli, que vale dizer, mais uma vez, que a Procuradoria-Geral da República está no meio de nova ação que em nada dignifica o que ela deveria representar.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: