G. Jesus x Firmino

O técnico Tite não pode cometer o mesmo erro de Felipão na Copa de 2014: morreu abraçado com o centroavante Fred. Devem pesar na decisão de Tite, não podia ser diferente, fortes interesses econômicos de patrocinadores e empresários. Gabriel Jesus é garoto-propaganda da Vivo na Copa de 2018 que é ainda a principal patrocinadora da Globo no evento. Tem mais, o marketing esportivo de G. Jesus é conduzido pela empresa Octagon, que tem entre os seus sócios nada menos que Ronaldo Fenômeno (comentarista da Globo). Vamos ver quem fala mais alto, o futebol arte (meritocracia) ou o retorno financeiro (imediatismo). Pode Arnaldo???

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: