Longe das redes

Para manter o monopólio das transmissões do campeonato brasileiro e a audiência, a Globo e seus canais Sportv e Premiere sempre ignoraram as redes sociais. Sem poder contar mais com patrocínios multi milionários das empresas estatais para bancar os direitos televisivos, a Rede Globo terá um enorme desafio pela frente para atender às demandas da CBF e dos maiores times brasileiros. O desespero da Rede Globo explica a imparcialidade cada vez maior de seu jornalismo na cobertura do escândalo da assembleia do Rio que envolve o filho do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: