Remédios ineficazes, mas poderosos

Algumas coisas estão completamente fora de lugar. Denúncias de racha na Associação Médica Brasileira com entidades pró e contra os remédios ineficazes para tratar covid; perseguição, ameaças e demissões de médicos que se recusam a receitar remédios que compõem o kit para tratamento precoce contra a Covid-19; denúncias de que grupo fabricante de ivermectina no Brasil apoia associação “Médicos pela Vida” favoráveis ao tratamento precoce contra a covid, ao arrepio do Código de Ética Médica; e o Ministério da Saúde mantém em seus quadros profissionais médicos que defendem ardorosamente o uso de remédios oficialmente ineficazes para combater a covid como hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina. Aliás, um dos profissionais, Mayra Pinheiro, tem função de destaque como Secretária de Gestão do Trabalho e é conhecida em todo o país como a “Capitã Cloroquina” pelo conjunto da obra.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: