Bobagens com crachás poderosos

É tiro e queda! Na roça, cada enxadada traz um monte de minhocas. Nesse governo, quando alguns colaboradores do presidente Bolsonaro se reúnem, os brasileiros se surpreendem com o monte de besteiras que emergem. Esse encontro de altos funcionários reunindo os ministros da saúde, da economia e o chefe da Casa Civil foi na mesma toada. O General Eduardo Ramos usou a palavra “escondido” que nunca deve ser usada no contexto de vacinas e homens públicos. Depois se explicou. Já Guedes, coitado, criou mais uma rachadura no seu baqueado Posto Ipiranga ao afirmar que os chineses seriam os pais da Covid-19. Depois justificou a frase infeliz. Só que as minhocas da vida pública surgiram logo-logo: o embaixador chinês, que não leva desaforo para Pequim, lembrou, de forma enigmática, que o nosso Brasil desvacinado precisa muito das vacinas e dos insumos do seu país. Cria-se, do nada, expectativa futura com novas remessas do produto chinês para cá. Conclusão: As máscaras de alguns homens públicos deveriam ser usadas nas bocas também.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: