Não! Mais uma vez

Negada, de novo, a solicitação de revogação da prisão de réus investigados na Operação Faroeste da Polícia Federal que investiga venda de sentenças no Tribunal de Justiça da Bahia. No caso da ex-presidente daquela Corte, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, presa desde o mês de novembro de 2019, já é a sexta vez que seus advogados de defesa tentam a soltura da prisão preventiva da magistrada. Contudo, o pedido de manutenção das prisões da ex-presidente e de mais cinco envolvidos e presos leva a assinatura do Ministério Público Federal, e foi, mais uma vez, aceito pelo ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: