Bolsonaro repete Médici em 1970

Ontem, no Congresso Nacional, senadores e deputados mais experientes comparavam o presidente Jair Bolsonaro ao ex-presidente Médici. Em 70, o presidente que se notabilizou pela dureza do regime pelos atos mais violentos praticados pelo Exército, pediu e conseguiu a cabeça do técnico João Saldanha que todos sabiam que era um homem ligado politicamente ao partido comunista. Agora, Bolsonaro repete o ato com o técnico Tite, que não se declarou comunista, mas que deixa claro que não apoia o atual presidente do Brasil. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: