Lula alavanca Wagner na Bahia

A última pesquisa do Instituto Paraná revela que Luiz Inácio Lula da Silva “empurra” o nome do senador Jaques Wagner, que chega a atingir 35% das intenções de voto com a sua companhia, para a disputa de 2022 na Bahia. Interessante porque vai frontalmente de encontro ao pensamento de ACM Neto, que divulga o mantra de que a disputa baiana do ano que vem não terá nenhuma ingerência nacional. Ou seja, imagina que a campanha que se avizinha – e o êxito nas urnas 2022 – se dará com temas de conteúdo e pautas locais, tão somente. A verdade é que enquanto Wagner poderá ter um Lula para chamar de seu na guerra pelo Palácio de Ondina, Neto está meio que órfão, sem apoios de grandes personalidades nacionais bons de voto, e também não conta com a caneta federal de Jair Bolsonaro. Aliás, hoje, o baiano vive um dilema: não sabe se abraça ou se dá uma bicuda derradeira no capitão-presidente.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: