O entorno sensível de ACM Neto I

Depois de um período que tiveram de ficar mergulhados, após críticas de sites nacionais e estaduais da Bahia, os homens de arrecadação de recursos voltam a dar as caras no estado. Silvio Pinheiro, advogado íntimo de Neto e que possui um chiquérrimo escritório na Pituba, em sociedade com o Sub-Procurador-Geral do município de Salvador, estaria na linha de frente de articulações políticas e financeiras junto a partidos e lideranças captadas pela turma. Humildes e Pinheiros, o escritório de Silvio, atua em causas milionárias, sempre na defesa dos maiores empresários da Bahia. A relação de Pinheiro com a Procuradora-Geral do Município Luciana Rodrigues gerou uma intimação feita pela CCJ da Câmara de Vereadores, a fim de que Rodrigues explicasse um acordo de mais de R$ 50 milhões de reais, feito entre empresas de transporte público na capital e a prefeitura, com prejuízo aos demais advogados públicos que deveriam receber 10% de honorários de sucumbência, mas, segundo o dito acordo ficariam com apenas 2,5%. Foi nesse bombardeio que surgiu a designação de uma nova procuradora com a função de jogar contra a classe. O blog já tem nome e sobrenome, mas irá aguardar o desenrolar da bronca. Acordo parecido, envolvendo o terreno onde hoje está erguido o Centro de Convenções de Salvador, chegou a ser homologado pela justiça, mas terminou andando para trás depois de denúncia feita pela promotora Rita Tourinho, que apesar de ter, segundo informações de bastidores, uma filha trabalhando como terceirizada na Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Salvador, entendeu que o acordo seria inconstitucional.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: